Tratamento Quiropraxia em Goiânia - Quirocenter

Tratamento Quiropraxia em Goiânia

Mircofisioterapia Quirocenter Goiania
Como surgiu a Microfisioterapia e seus benefícios
14/09/2020
Exibir tudo

Tratamento Quiropraxia em Goiânia

Quiropraxia Quirocenter Goiania

A Quiropraxia é uma técnica originária dos Estados Unidos da América e tem como principal função diagnóstico, planejamento e tratamento de desordens mecânicas das articulações de seres humanos, alguns profissionais já tratam animais como gatos e cães inclusive.

Foi criada em 1985 por David Palmer um Canadense-Americano, que nasceu no Canadá e foi viver nos Estados Unidos ainda jovem. Nesse país Palmer dedicou-se ao estudo da Magnetoterapia(Terapia através de ímãs), técnica terapêutica que era bem aceita pelos americanos na época, logo montou seu primeiro consultório.

No prédio onde David Palmer tinha seu consultório em Davenport ,Iowa havia um funcionário que era deficiente auditivo há 17 anos, seu nome era Harvey Lillard , este procurou Palmer em busca de auxílio para seu problema, relatou que passou a não ouvir após fazer um grande esforço que culminou com um estalo na coluna, Daniel David Palmer palpou com cuidado a coluna do paciente sentindo uma pequena saliência na região cervical, então o terapeuta aplicou uma força considerável sobre aquele pequeno “caroço” ouvindo assim um estalo. Depois de alguns dias Lillard dissera que estava ouvindo quase perfeitamente, daí se inicia a história da Quiropraxia. Após ter esse resultado surpreendente Palmer acreditou ter descoberto a cura da surdez, o que não era bem verdade, ele não sabia a real causa da melhora de Lillard, então Palmer deciciu estudar mais profundamente a coluna vertebral e toda a influência que ela pode ter sobre o corpo.

Após “ajuste” da vértebra de Lillard e com a eventual melhora do quadro de deficiência auditiva passaram a relacionar a quiropraxia com milagres, o que gerava conflitos de informação e controvérsias entre profissionais e pacientes estado-unidenses.

Palmer passou então a se dedicar ao estudo da anatomia humana principalmente da coluna vertebral porém não se esqueceu das articulações mais importantes. Buscou conhecimentos em escolas de osteopatia e manipulações médicas “bonesetting”, que o inspirou e levou a um complexo estudo de movimentos corporais e anatomo-fisiológicos criando assim sua própria técnica terapêutica, a Quiropraxia.

O nome dessa nova ciência Chiropractic (Quiropraxia em inglês) foi criado por um líder religioso e paciente de Palmer o reverendo Samuel Weed, que se utilizou do grego do qual era professor ”Quiro” (mão) “Praxis” (praticar), as manipulações são executadas manualmente, o nome dado a técnica foi pertinente.

Podemos ver também a Quiropraxia ser denominada Quiroprática ou Quiropatia, os profissionais responsáveis pela aplicação desta técnica podem ser denominados quiropratas, quiropatas, quiropraxistas ou quiropráticos. Todas essas nomenclaturas tem o mesmo significado, mudando a pronúncia de acordo com região ou país.

Em 1897 Palmer cria a primeira escola “Palmer School of Chiropractic” que depois se tornaria uma das maiores faculdades de Quiropraxia dos Estados unidos. A técnica passou a ter profundo estudo científico se consolidando como profissão de saúde e adquirindo vários adeptos tanto pacientes quanto profissionais nos EUA e posteriormente se difundindo por vários países desenvolvidos do globo terrestre.

No ano de 1961 falece Daniel David Palmer deixando uma nova ciência como legado.

Durante a sessão as manobras da quiropraxia podem gerar “estalos” que não representam riscos a integridade física do paciente, é uma técnica segura e eficaz. Manuscritos chineses e gregos de 2700 a.C. e 1500 a.C. mencionam formas rudimentares de manipulação articular e manobras articulares nos membros inferiores do corpo humano a fim de aliviar dores lombares. Hipócrates, “pai da medicina”, que viveu entre 460 a.C. a 377 a.C., publicou textos em que detalha: “adquira mais conhecimento sobre a Coluna vertebral, pois é a origem de muitas doenças”.

A Quiropraxia hoje está entre as quatro maiores profissões na área de saúde , junto com a Medicina, Biomedicina e Odontologia, nos países desenvolvidos. A quiropraxia em Goiânia e no Brasil tem se desenvolvido sobremaneira passando a ter novos adeptos (pacientes) e mais credibilidade com a comunidade médica que já a reconhece como uma das principais técnicas terapêuticas relacionadas a coluna vertebral.

O cuidado com sua coluna deve ser o mais breve possível, tratamos crianças e jovens afim de promovermos crescimento saudável e desenvolvimento de suas potencialidades físicas e orgânicas.

Principais aplicações:

  • Dores na coluna lombar;
  • Hérnia de disco e dor ciática;
  • Dores no pescoço;
  • Dores e tensão muscular;
  • Problemas nas articulações do ombro, cotovelo, punho, joelho, tornozelo;
  • Restrições à movimentações;
  • DORT/LER;
  • Melhora do desempenho atlético;
  • Ajuste postural.  

Contra indicações:

  • Osteoporose com grande perda percentual de massa mineral óssea na cabeça do fêmur e lombar;
  • Câncer ósseo em estágio avançado;
  • Espondilólise( não se manipula a vértebra fraturada, mas pode-se reposicionar estruturas adjacentes)
  • Pós operatórios ainda em cicatrização;
  • Fraturas não consolidadas.


Etapas do tratamento:

Anamnese (do grego “ana”, trazer de novo e “mnesis”, memória) é uma entrevista realizada pelo profissional de saúde ao seu paciente, que tem a intenção de ser um ponto inicial no diagnóstico de uma doença

 ou patologia. Em outras palavras, é uma entrevista que busca relembrar todos os fatos que se relacionam com a doença e à pessoa doente. A anamnese é também referenciada como Anamnese Corporal, Ficha de Anamnese ou Anamnese Corporal Completa.

Uma anamnese, como qualquer outro tipo de entrevista, possui formas ou técnicas corretas de serem aplicadas. Ao seguir as técnicas pode-se aproveitar ao máximo o tempo disponível para o atendimento, o que produz um diagnóstico seguro e um tratamento correto. Sabe-se hoje que a anamnese, quando bem conduzida, é responsável por 85% do diagnóstico na clínica médica, liberando 10% para o exame clínico (físico) e apenas 5% para os exames laboratoriais ou complementares.

Exame físico

O exame físico é o conjunto de técnicas e manobras de alguns profissionais de saúde com o intuito de diagnosticar uma doença ou problemas de funcionalidade, entre outros. Os profissionais de saúde que se utilizam desse instrumento visam a detecção de anormalidades para possíveis intervenções e para prevenção do agravamento do estado do paciente.

Análise de sinais e sintomas dos paciente

Palpação estática e dinâmica para disgnosticar, planejar e conduzir a melhor terapêutica para o paciente

Testes ortopédicos: testes especiais para detecção de lesões em estruturas corporais específicas, importante para definição do tratamento.

Teste de simetria de membros inferiores

Teste específico da quiropraxia para testar desequilíbrios na descarga de peso das pernas (perna mais curta que a outra) identificando assim “desajustes” lombares, de quadris ou de pelve.

Teste de Flexibilidade e mobilidade vertebral

Palpação sobre processos espinhosos e transversos da coluna vertebral identificando hiper ou hipomobilidade (subluxações) e posicionamento vertebral, definindo assim de que forma a manipulação deve ser feita.

Uso do nervoscope para identificação exata da subluxação com compressão radicular (raiz nervosa).

Início das manipulações quiropráticas:

As manipulações quiropráticas são feitas basicamente de forma manual, temos alguns instrumentos que podem auxiliar as manipulações como artrostim e ativador quiropratico (chiropractic activator) fazendo ajustes ou inibições reflexas de músculos contraturados que geram subluxações.

Orientações posturais:

O profissional irá lhe informar a respeito de posturas adequadas ao dormir, trabalhar, se exercitar e ao realizar tarefas cotidianas.

s. Os profissionais de saúde que se utilizam desse instrumento visam a detecção de anormalidades para possíveis intervenções e para prevenção do agravamento do estado do paciente. Análise de sinais e sintomas dos paciente

Palpação estática e dinâmica para disgnosticar, planejar e conduzir a melhor terapêutica para o paciente

Testes ortopédicos: testes especiais para detecção de lesões em estruturas corporais específicas, importante para definição do tratamento.

Teste de simetria de membros inferiores

Teste específico da quiropraxia para testar desequilíbrios na descarga de peso das pernas (perna mais curta que a outra) identificando assim “desajustes” lombares, de quadris ou de pelve.

Teste de Flexibilidade e mobilidade vertebral

Palpação sobre processos espinhosos e transversos da coluna vertebral identificando hiper ou hipomobilidade (subluxações) e posicionamento vertebral, definindo assim de que forma a manipulação deve ser feita.

Uso do nervoscope para identificação exata da subluxação com compressão radicular (raiz nervosa).

Início das manipulações quiropráticas:

As manipulações quiropráticas são feitas basicamente de forma manual, temos alguns instrumentos que podem auxiliar as manipulações como artrostim e ativador quiropratico (chiropractic activator) fazendo ajustes ou inibições reflexas de músculos contraturados que geram subluxações.

Orientações posturais:

O profissional irá lhe informar a respeito de posturas adequadas ao dormir, trabalhar, se exercitar e ao realizar tarefas cotidianas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *